Linfomas Não-Hodgkin

Linfomas Não-Hodgkin

Os linfomas não-Hodgkin (também conhecido como NHL) integram um grupo de cânceres que se formam nas células do sistema linfático, uma parte crítica do sistema imunológico. O sistema linfático é uma rede de órgãos conectados por vasos e cerca de 650 linfonodos que transportam células imunes chamadas linfócitos por todo o corpo para ajudar a combater infecções e vírus. O sistema também filtra resíduos e toxinas da corrente sanguínea.

Embora o linfoma de Hodgkin e o não-Hodgkin possam parecer semelhantes, há muita diferença entre as doenças. Continue a leitura para conhecê-las.

Os Linfomas Não-Hodgkin

Os linfomas não-Hodgkin, em contraste ao linfoma de Hodgkin que é marcado pela presença de células B maduras que se tornaram malignas, pode ser derivado das células B ou T e pode surgir nos gânglios linfáticos, assim como em outros órgãos.

É importante compreender que células B e células T desempenham papéis diferentes na resposta imunológica do corpo à doença.

Tipos de Linfomas Não-Hodgkin

O tipo de linfoma não-Hodgkin depende de qual tipo de linfócito é afetado (células B ou células T), a maturidade destas células e a quanto tempo se tornam cancerosas.

Linfoma de Células B ou de Células T

O sistema linfático é composto principalmente de linfócitos, um tipo de glóbulo branco que ajuda o corpo a combater infecções. Existem 2 tipos principais de linfócitos:

  • Linfócitos B (células B): As  células B normalmente ajudam a proteger o corpo contra micro-organismos (bactérias ou vírus) produzindo proteínas chamadas anticorpos. Os anticorpos se ligam a eles, marcando-os para serem destruídos por outras partes do sistema imunológico.
  • Linfócitos T (células T):  Existem vários tipos de células T. Algumas células T destroem germes ou células anormais no corpo. Outras células T ajudam a aumentar ou diminuir a atividade de outras células do sistema imunológico.

O linfoma pode começar em qualquer tipo de linfócito, mas os linfomas de células B são mais comuns. As células B são mais propensas que as células T a sofrer mutações e causar câncer. Os linfomas de células B são o tipo mais comum de linfoma não-Hodgkin, representando quase 90% de todos os casos.

Linfoma Indolente ou Agressivo

Tipos de NHL também podem ser agrupados com base em quão rápido eles crescem e se espalham:

Os linfomas não-Hodgkin indolentes crescem e se espalham lentamente pelo organismo. Em alguns casos, os linfomas indolentes não precisam ser tratados imediatamente, mas devem ser observados de perto em um procedimento chamado espera vigilante. O tipo mais comum de linfoma indolente é o linfoma folicular.

Os linfomas não-Hodgkin agressivos crescem e se espalham de forma mais rápida que o tipo indolente, e geralmente é necessário iniciar o tratamento imediatamente. O tipo mais comum de linfoma agressivo nos Estados Unidos é o linfoma difuso de grandes células B (DLBCL).

Alguns tipos de linfoma, como linfoma de células do manto, não se encaixam perfeitamente em nenhuma dessas categorias. Abordamos esse tipo de linfoma com mais detalhes, neste artigo.

Independentemente da rapidez com que crescem, todos os tipos de linfomas não-Hodgkin podem se espalhar para outras regiões do sistema linfático se não forem tratados, ou mesmo se espalhar para outras partes do corpo, como fígado, cérebro ou medula óssea.

Tratamento dos Linfomas Não-Hodgkin

As abordagens de tratamento para NHL dependem do tipo de câncer, quão avançado é, assim como sua saúde e outros fatores, podendo incluir:

  • Quimioterapia;
  • Imunoterapia;
  • Terapia direcionada;
  • Transplante de células-tronco;
  • Cirurgia.

É importante discutir todas as suas opções de tratamento, incluindo suas metas e possíveis efeitos colaterais, com seu médico hematologista de confiança, para ajudar a tomar a decisão que melhor atenda às suas necessidades. Ao escolher um plano de tratamento, é necessário considerar também sua saúde, o tipo e estágio do linfoma.

2019-03-21T15:11:37+00:00 28 de março de 2019|Câncer no Sangue, Linfomas, Sistema Linfático|