Linfomas Não Hodgkin

O linfoma não-Hodgkin é um câncer no sangue que afeta o sistema linfático. Começa nos glóbulos brancos chamados linfócitos. Mais comumente, o linfoma não Hodgkin começa em um linfonodo em um ou mais locais do corpo. Pode se espalhar através do sistema linfático de um grupo de linfonodos para outro. Também pode se espalhar para outros tecidos linfáticos, principalmente na medula óssea, baço e fígado.

Às vezes, o linfoma não-Hodgkin começa ou se espalha para os tecidos de outras partes do corpo, como estômago, ossos, pele, cérebro e medula espinhal (sistema nervoso central). Isso é conhecido como doença extranodal.

  • Tipos de Linfoma não-Hodgkin
  • Sintomas
  • Causas
  • Estadiamento
  • Tratamento

O tratamento para LNH depende do tipo e estágio do linfoma que você possui. O objetivo do tratamento é se livrar de todos os sinais de linfoma. Isso é chamado remissão.

O linfoma de alto grau precisa ser tratado rapidamente. Mas algumas pessoas com linfomas de crescimento lento (baixo grau) não precisam receber tratamento imediatamente. Em vez disso, eles fazem check-ups regulares e só começam o tratamento se começarem a ter sintomas problemáticos.

O tratamento mais comum é quimioterapia. Uma terapia direcionada chamada rituximabe também pode ser administrada com quimioterapia. Depois que o linfoma está em remissão, algumas pessoas recebem mais tratamento com rituximabe. Isso é chamado de tratamento de manutenção.

A radioterapia pode ser administrada isoladamente para tratar o linfoma de baixo grau em estágio inicial.

Se o linfoma voltar após o tratamento, você pode precisar de mais quimioterapia para colocá-lo em remissão novamente. Algumas pessoas podem ter um tratamento mais intensivo chamado transplante de células-tronco.

Prognóstico

Prognóstico significa o resultado esperado do tratamento de uma doença. Você pode discutir seu prognóstico e opções de tratamento com seu hematologista (ou oncologista, se ele for o seu principal especialista em tratamento). No entanto, não é possível a nenhum médico prever o curso exato da doença em uma pessoa.

Fatores importantes na avaliação do seu prognóstico incluem:

  • seus resultados de exames

  • o tipo de linfoma não-Hodgkin

  • o estágio

  • a taxa de crescimento do câncer

  • quão bem você responde ao tratamento (a realização de exames durante todo o tratamento ajudam a mostrar sua eficácia)

  • outros fatores, como idade, condicionamento físico e histórico médico.

O linfoma não-Hodgkin geralmente responde bem ao tratamento, e a maioria das pessoas tratadas entra em remissão. Isso significa que os sintomas diminuem ou desaparecem e o médico não encontra nenhum sinal da doença durante um exame físico ou em exames de imagem. Durante a remissão, você precisará de exames regulares para garantir que permanece saudável e que o câncer não retornou.

Vida após o Tratamento

Para a maioria das pessoas, a experiência do câncer não termina no último dia de tratamento. A vida após o tratamento do câncer pode apresentar seus próprios desafios. Você pode ter sentimentos contraditórios quando o tratamento termina, e se preocupar com a possibilidade de qualquer sintoma significar que o câncer está voltando.

Algumas pessoas dizem que sentem pressão para voltar à "vida normal". É importante ter tempo para se adaptar às mudanças físicas e emocionais e estabelecer uma nova rotina diária no seu próprio ritmo. Sua família e amigos também podem precisar de tempo para se adaptar. Contar com o apoio de um psicólogo neste momento pode ser decisivo para retomar sua vida.


Navegue pelo nosso site para saber mais sobre os linfomas e marque uma consulta conosco para solucionar suas dúvidas.

Linfoma Primário do Sistema Nervoso Central
O linfoma primário do sistema nervoso central (SNC) é uma forma incomum de linfoma não-Hodgkin, onde células malignas se formam[...]
Saiba Mais sobre o Linfoma Pulmonar
Um linfoma é uma proliferação de células linfoides. Os linfomas geralmente surgem no tecido linfoide, principalmente nos linfonodos. Linfócitos e[...]
Terapia Direcionada no Tratamento do Linfoma não Hodgkin
Terapia Direcionada no Tratamento do Linfoma não Hodgkin. Terapia direcionada (também chamada de terapia biológica) consiste no uso de medicamentos[...]
Linfoma de Células T – Causas, Sintomas, Diagnóstico e Estadiamento
Os linfomas são denominados a partir de uma descrição da célula normal que leva ao câncer. Os linfomas que surgem[...]
Abordagens de Tratamento dos Linfomas
Dependendo do tipo de linfoma e da forma com que ele está se desenvolvendo, existem abordagens terapêuticas diferenciadas para cada[...]
Quais as Diferenças entre Linfoma de Hodgkin e Linfoma não Hodgkin?
Quais as Diferenças entre Linfoma de Hodgkin e Linfoma não Hodgkin?: Apesar dos nomes semelhantes, existem algumas diferenças entre o[...]