Vida Após o Tratamento do Linfoma. Você provavelmente sentirá uma mistura de emoções quando terminar o tratamento do linfoma. Pode ser um grande alívio para alguns, mas muitas pessoas se sentem um pouco deprimidas. Você também pode descobrir que a vida se torna diferente, pois você não terá mais que ir às consultas no hospital o tempo todo, mas o acompanhamento em ambulatório deve continuar, para garantir que está tudo bem.

Continue a leitura e conheça os cuidados de acompanhamento após o tratamento do linfoma.

Vida Após o Tratamento do Linfoma

Vida Após o Tratamento do Linfoma

Você fará check-ups regulares por vários anos após o término do seu tratamento para ter certeza de que está em remissão (não há sinal de linfoma). É muito importante que você vá a essas consultas.

Se os resultados dos exames forem bons ao longo do tempo, você pode ter certeza de que o linfoma não voltou. Se tiver voltado, ou se você tiver um efeito tardio do tratamento (um efeito colateral que só aparece meses ou anos após o tratamento), quanto mais cedo for detectado, melhor.

A sua equipa médica irá informá-lo dos sintomas e efeitos secundários que deve ficar atento durante este período de acompanhamento. Você pode achar útil anotar estas informações.

Depois de vários anos, você pode fazer um acompanhamento de longo prazo, onde o foco está na verificação de quaisquer efeitos tardios do tratamento.

Se você estiver preocupado ou tiver quaisquer novos sintomas entre os exames, não precisa esperar até a próxima consulta. Entre em contato com sua equipe médica. Eles podem tranquilizá-lo ou antecipar sua consulta para uma avaliação.

Questões Médicas da Remissão

É importante que qualquer médico ou profissional de saúde que tratá-lo no futuro saiba que você já teve linfoma e qual foi o tratamento que você realizou.

Se você teve seu baço removido, foi tratado com radioterapia, recebeu esteroides ou recebeu transplante de medula óssea, também precisa mencionar isso.

Existem algumas coisas com as quais você precisa ter cuidado após o tratamento:

  • Use um filtro solar de alto fator e evite tomar sol. A quimioterapia e a radioterapia tornam a pele mais sensível ao sol.
  • Consulte o seu médico antes de viajar para o exterior.
  • Cuide de sua imunidade. O tratamento pode fazer com que você perca parte da imunidade que tinha com as vacinas infantis. Pode ser necessário tomar algumas vacinas novamente. Você pode ter que esperar pelo menos um ano após o tratamento para receber algumas vacinas feitas com vírus vivo. Peça orientação ao seu médico hematologista de confiança sobre vacinas – por exemplo, pergunte se você deve tomar a vacina anual contra a gripe.
  • Alguns medicamentos que tratam o linfoma podem afetar sua respiração; portanto, se alguma vez você precisar de uma cirurgia, o anestesista precisará de cuidados especiais.
  • Alguns dos medicamentos quimioterápicos usados ​​para tratar o linfoma podem afetar a força do seu coração. Pergunte ao seu médico se você precisa evitar atividades que colocam uma pressão extra no coração, como levantar pesos.
  • Se você fez um tratamento que pode afetar o coração e engravidar mais tarde, pode ser necessário fazer um exame do coração e ser monitorada com mais cuidado durante o trabalho de parto.

A sua equipe médica poderá aconselhá-lo sobre estas ou quaisquer outras questões que o preocupem após o tratamento.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe informação: