Distúrbios de Coagulação

Os distúrbios de coagulação (ou distúrbios hemorrágicos) afetam a capacidade do organismo efetivamente formar um coágulo sanguíneo (ou trombo) quando uma lesão ocorre. Tal transtorno pode indicar defeitos ou diminuição dos fatores plaquetários e de coagulação, o que dificulta a formação de coágulos sanguíneos, causando complicações hemorrágicas que variam de leves a intensas.

Distúrbios de Coagulação – O que esse Diagnóstico Significa?

Se você foi diagnosticado com um distúrbio de coagulação, isso pode sinalizar uma coagulação inesperada ou trombose nas veias e artérias. Acontece com maior frequência nas pernas, sendo referido como trombose venosa profunda.

Às vezes, um coágulo pode viajar para o pulmão (embolia pulmonar). Você pode sentir dor ou inchaço nas pernas, falta de ar ou dor no peito.

A Formação de Coágulos Sanguíneos

Quando sofremos uma lesão que origina um sangramento, o corpo cessa este sangramento formando um coágulo de sangue. Proteínas e partículas do sangue chamadas plaquetas se unem para formar o coágulo sanguíneo.

O processo de formação de um coágulo é chamado de coagulação. A coagulação normal é importante durante uma lesão, pois ajuda a interromper o sangramento e inicia o processo de cicatrização.

No entanto, não é normal o sangue coagular quando está apenas se movendo pelo corpo. O sangue que tende a coagular em excesso é referido como um estado de hipercoagulabilidade ou trombofilia.

Tipos de Distúrbios de Coagulação

  • Trombose
  • Sangramentos

A trombose é a formação de um coágulo (conhecido como trombo) dentro de um vaso sanguíneo. O coágulo impede que o sangue possa fluir normalmente dentro do sistema circulatório.

A trombose venosa profunda caracteriza-se pelo coágulo de sangue que se forma em uma veia principal, geralmente na perna. Este coágulo impede que o fluxo sanguíneo ocorra corretamente na veia, o que pode resultar em inchaço, descoloração e dor na perna. Usualmente, este problema é diagnosticado com um ultrassom.

Seus sinais e sintomas incluem:

  • Desconforto, peso, dor, sensação latejante, coceira ou calor nas pernas;
  • Alterações da pele, como descoloração, espessamento ou ulceração;
  • Inchaço das pernas, tornozelos ou pés.

Há alguns fatores de risco da trombose, dentre os quais podemos citar:

  • Imobilização;
  • Hipercoagulabilidade;
  • Dano na parede do vaso;
  • Idade;
  • Cirurgia (especialmente cirurgia ortopédica e substituição total do joelho);
  • Câncer;
  • Hereditariedade (incluindo a mutação genética do Factor V Leiden);
  • Gravidez;
  • Aumento dos níveis de estrogênio (devido à contracepção oral ou terapia de reposição hormonal);
  • Obesidade;
  • Fumar.

Navegue pelo nosso site para saber mais sobre os distúrbios da coagulação e marque uma consulta conosco para solucionar suas dúvidas. 

Embolia Pulmonar – Saiba Mais sobre Coágulos Sanguíneos nos Pulmões
Embolia pulmonar consiste em um bloqueio de vasos sanguíneos que fornecem sangue para os pulmões. Na maioria das vezes, esses[...]
Varfarina – Saiba Mais sobre este Medicamento Anticoagulante
A varfarina é um medicamento de prescrição que interfere na coagulação normal do sangue, usada para pessoas que estão em[...]
Medicamentos Anticoagulantes – Saiba Mais
Os medicamentos anticoagulantes são prescritos para tornar o sangue menos propenso a coagular. Existem muitas dúvidas sobre o seu uso[...]
Trombose Venosa Profunda
A trombose venosa profunda, ou "TVP", é o termo médico para coágulos sanguíneos nas veias profundas da perna, uma condição[...]
HONcode – Dr Marcel
Você sabia que agora o site de hematologia do Dr. Marcel Brunetto está de acordo com as normas e possui[...]
Hemofilia – Saiba Mais
Hemofilia é um distúrbio genético raro que dificulta a coagulação normal do sangue. Se o sangue não coagular normalmente, pode[...]