Compartilhe informação:

A leucopenia não é considerada uma doença do sangue, mas uma manifestação hematológica de algum transtorno orgânico, crônico ou transitório, que causa a diminuição na quantidade de leucócitos que circulam pelo corpo. É comum que seu surgimento se dê a uma linfopenia ou neutropenia.

As taxas globais de leucócitos para homens adultos normais estão em torno de 4.500 a 11.000 por milímetro cúbico de sangue. Taxas menores do que estes valores podem ser consideradas como Leucopenia.

Leucócitos Baixos ou Leucopenia – Saiba Mais

O Que São Leucócitos?

Leucócito é o termo usado para denominar os glóbulos brancos do sangue, que fazem parte do sistema de defesa, ou sistema imunológico do corpo. Existem diversos tipos de leucócitos, cada qual com sua função, por exemplo:

  • Ataque direto ao invasor;
  • Produção de anticorpos;
  • Identificação de antígenos.

Entre outros.

Leucócitos Baixos ou Leucopenia – Sintomas

Nos quadros em geral, o paciente que possui Leucopenia não apresenta nenhum sintoma aparente, porém o nível de defesa orgânica fica mais baixo. Os sintomas que podem ser descritos pelo paciente são ocasionados pela doença que está causando essa alteração na produção de leucócitos no sangue.

Leucócitos Baixos ou Leucopenia – Causas

Alguns casos da Leucopenia podem ser apenas uma variação normal relacionada com a época de vida do paciente, mas pode ser também um sinal de alerta para algum problema de saúde. Alguns agentes químicos, físicos ou biológicos que interfiram na medula são:

  • Remédios;
  • Raio-X;
  • Raios grama;
  • Vírus;
  • Bactérias.

Estes agentes podem causar a diminuição de glóbulos brancos, dando consequentemente origem à Leucopenia.

De modo geral, pessoas que enfrentam tratamentos como a quimioterapia, radioterapia, transplante de medula, esteróides, ou mesmo fatores genéticos e doenças autoimunes, podem apresentar Leucopenia. A idade avançada e os riscos de infecções por vírus e bactérias, câncer e uso de determinados medicamentos, também podem ser relacionados ao aparecimento da manifestação.

Leucócitos Baixos ou Leucopenia – Diagnóstico

O médico hematologista pedirá alguns exames, entre eles o hemograma, que indicará ou não a diminuição da contagem dos glóbulos brancos. Caso a Leucopenia seja identificada, o médico começa a investigar as possíveis causas por meio de exames, como a eletroforese das proteínas, sorologias, fator antinuclear, entre outros. Em seguida, é verificado qual o tipo de leucócito que está causando a alteração para dar continuidade ao tratamento adequadamente.

Leucócitos Baixos ou Leucopenia – Tratamento e Prevenção

O tratamento da Leucopenia pode variar de acordo com a intensidade e causa da enfermidade. Após o diagnóstico preciso do médico, o uso de vitaminas e esteroides podem aumentar o número de produção dos Leucócitos na medula óssea.   

Ter uma boa saúde é o principal ponto para a prevenção da leucopenia. Os níveis de imunidade do corpo precisam ser otimizados por meio de uma boa dieta e a realização de exercícios regularmente. A ingestão de minerais como cobre e zinco também é parte fundamental para este processo.

Evitar o uso de bebidas alcoólicas, fortalecer o sistema imunológico por meio de uma alimentação balanceada, tomar cuidado com a exposição excessiva a produtos químicos e realizar exames de sangue regularmente também podem ser alguns caminhos para a prevenção.

Para mais informações sobre a Leucopenia, entre em contato com um hematologista e agende uma consulta de avaliação.


Compartilhe informação: