Pré-habilitação para o tratamento do câncer significa se preparar para esta etapa no tempo que você tiver antes de começar.

Seguir um programa de pré-habilitação pode ajudá-lo a se sentir mais no controle de sua saúde física e mental, lidar melhor com o tratamento e se recuperar mais facilmente.

Continue a leitura para compreender em que consiste o período de pré-habilitação e sua importância para o sucesso do tratamento.

Pré-habilitação para o Tratamento do Câncer

Como Funciona a Pré-habilitação?

Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta de Hematologia.

A pré-habilitação abrange três partes específicas da sua saúde:

  • Sua alimentação e seu peso;
  • Seu nível de condicionamento físico;
  • Suas condições de bem-estar mental.

No momento do diagnóstico, sua equipe médica deve verificar se há problemas nas três áreas acima e otimizar o quanto possível seus níveis o quanto possível.

Existem 3 etapas para a pré-habilitação:

Avaliação

Nesta etapa, seu médico examinará:

  • Seu peso, se você perdeu ou ganhou peso recentemente, bem como sua capacidade de comer e beber;
  • Quão fisicamente ativo e forte você está;
  • Seu bem-estar mental.

A avaliação visa encontrar problemas o mais cedo possível e deixá-lo o mais apto possível para o tratamento. Isso significa que você pode fazer triagem para pré-habilitação ao mesmo tempo em que faz testes para diagnosticar seu câncer.

Se você está bem, sua equipe pedirá que você se concentre em três comportamentos de estilo de vida até iniciar o tratamento contra o câncer:

  • Comer uma grande variedade de alimentos nas proporções certas, também chamada de dieta variada;
  • Ser mais ativo fisicamente e fazer exercícios;
  • Praticar atividades que mantenham seu bem-estar mental, como meditação, yoga ou relaxamento.

Dependendo dos resultados de sua avaliação, sua equipe médica pode recomendar o acompanhamento em outras abordagens terapêuticas, de acordo com suas necessidades. Por exemplo:

  • Especialistas em exercícios;
  • Fisioterapeutas;
  • Terapia ocupacional;
  • Nutricionistas;
  • Psicólogos.

Intervenção

Esta etapa consiste em ajudá-lo a enfrentar e se recuperar do tratamento. Nem todos terão as mesmas necessidades. E quanto suporte você precisa também pode diferir dos outros. Assim, sua equipe analisará sua situação específica.

Existem 3 tipos de intervenções que você pode receber:

Intervenções Universais

Intervenções universais são para qualquer pessoa com câncer e suas famílias. Elas se concentram em outras áreas de sua saúde que você pode mudar ao viver com câncer. Concentrar-se em seu comportamento nessas áreas pode ajudá-lo a viver bem a longo prazo:

  • Manter um peso saudável;
  • Parar de fumar;
  • Beber álcool dentro dos limites sugeridos.

Intervenções Direcionadas

Uma intervenção direcionada é o apoio planejado de um especialista, em uma área específica de sua saúde. Pode ser interessante para pessoas com câncer que:

  • Estão em risco de efeitos a longo prazo (tardios) do tratamento;
  • Tem outras condições de saúde de longo prazo;
  • Precisam de suporte extra para realizar as atividades recomendadas.

Sua equipe pode encaminhá-lo para um especialista em exercícios para câncer, se você precisar de suporte com atividade física. Um nutricionista pode ajudar com problemas de dieta devido ao seu câncer ou condições como diabetes.

Algumas pessoas precisam de apoio para ajudá-las a lidar com áreas específicas da saúde mental. Isso pode incluir lidar com ansiedade, mau humor ou resolução de problemas.

Intervenções Especializadas

Intervenções especializadas são para pessoas com câncer cuja avaliação mostrou que:

  • Tem necessidades complexas;
  • Estão fazendo um tratamento importante;
  • Têm alterações graves por causa do tratamento;
  • Tem uma deficiência;
    Correm maior risco de ter problemas durante o tratamento.

Portanto, se você não pode fazer muita atividade física, pode precisar de suporte especializado, como um profissional qualificado de exercícios oncológicos e um fisioterapeuta.

Algumas pessoas podem ter problemas de dieta mais complexos, como:

  • Dificuldade em engolir;
  • Perda de peso;
  • Mudanças em como seu sistema digestivo funciona.

Nessas situações, um nutricionista pode prescrever um suporte dietético.

Algumas pessoas precisam de terapia especializada ou apoio psiquiátrico. O apoio de um especialista é importante se você sofre de um problema de saúde mental antes do diagnóstico de câncer.

Monitoramento

Monitorar seu progresso é importante, antes e depois do tratamento. Isso ajudará a equipe a entender:

  • Quais mudanças (se houver) estão acontecendo;
  • Como isso se relaciona com o seu tratamento contra o câncer;
  • Se eles precisam mudar alguma coisa.

Assim, o monitoramento não só ajuda a entender o que está acontecendo com você, como pode ajudar outras pessoas acometidas pelo câncer no futuro.

A pesquisa mostra que, se você receber apoio desde o início e for o mais saudável possível, é mais provável que você:

  • Deixe o hospital mais cedo após uma cirurgia;
  • Lide melhor com os efeitos colaterais do tratamento do câncer;
  • Tenha menos efeitos colaterais;
  • Tenha mais opções de tratamento;
  • Usufrua de uma melhor saúde a longo prazo.

A pré-habilitação desempenha um papel importante em todos os seus cuidados com o câncer. Isso inclui diagnóstico, tratamento e acompanhamento.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta de Hematologia.