O que Significa Prognóstico? A informação prognóstica é necessária para que os pacientes com câncer sejam totalmente informados sobre o curso provável de sua doença. As pessoas diagnosticadas com alguma doença tendem a pensar em informações de prognóstico como sendo apenas uma estimativas de sobrevivência e acham a ideia perturbadora. Devido a esse ponto de vista, é importante fornecer mais explicações sobre o que significa prognóstico e como as informações prognósticas podem ajudar no planejamento prático e decisões de tratamento.

Este artigo pretende esclarecer o assunto, para que nossos pacientes compreendam melhor as informações de prognóstico e como as utilizamos.

O que Significa Prognóstico

Quando uma pessoa tem câncer, muitas dúvidas sobre a gravidade da doença e suas chances de sobrevivência podem ocorrer. A estimativa de como uma doença evolui em cada paciente é chamada de prognóstico. Entre os fatores que podem afetar o prognóstico, estão:

  • O tipo de câncer e onde está localizado;
  • O estágio do câncer, informação referente ao tamanho do tumor e se espalhou para outras partes do corpo;
  • O grau do câncer, que se refere a quão anormais as células cancerosas são vistas ao microscópio. Esta informação fornece pistas sobre a rapidez com que o câncer pode crescer e se espalhar;
  • Certos traços das células cancerígenas;
  • A idade do paciente e quão saudável era antes do câncer;
  • Como o paciente responde ao tratamento.

Informações sobre o prognóstico do câncer são complexas, mas importantes para tomar decisões assertivas sobre o tratamento, estabelecer metas realistas, ter maior qualidade de vida e auxiliar no planejamento dos passos seguintes.

Para que Servem as Informações de Prognóstico

Conversas sobre o prognóstico são necessárias para que os pacientes sejam plenamente informados sobre o curso provável de sua doença. Um prognóstico positivo poderia aliviar a ansiedade dos pacientes em relação ao diagnóstico de câncer, enquanto um mau prognóstico pode levar os pacientes a estabelecer diretivas antecipadas, ter conversas sobre o fim da vida com os entes queridos e resolver quaisquer situações.

O prognóstico de um paciente também ajuda a tomar as decisões sobre os próximos passos do tratamento. Pacientes com bom prognóstico podem escolher tratamentos agressivos com o objetivo de remissão. Por outro lado, pacientes com prognósticos ruins podem optar por tratamento paliativo que alivie os efeitos colaterais e melhore a qualidade de vida.

É importante considerar que o prognóstico não é estático e pode mudar como resultado dos tratamentos recebidos ou da progressão da doença. Assim, o compartilhamento da informação prognóstica precisa ser um processo revisado e atualizado ao longo do tempo para que os pacientes façam escolhas informadas sobre o tratamento.

Estatísticas de Sobrevivência – Como Compreender

Estimamos o prognóstico usando estatísticas que os pesquisadores coletaram ao longo de muitos anos sobre pessoas com o mesmo tipo de câncer. Vários tipos de estatísticas podem ser usados ​​para estimar o prognóstico. Seu médico também pode dizer que você tem um bom prognóstico se as estatísticas sugerirem que o seu tipo de câncer provavelmente responde bem ao tratamento. Ou, ele pode dizer que você tem um mau prognóstico se o câncer for mais difícil de controlar.

Seja o que for que seu médico lhe informar, tenha em mente que um prognóstico é uma estimativa. Ninguém pode ter certeza absoluta de como a doença pode evoluir no seu caso específico. Assim, realize seu tratamento conforme indicado, siga as recomendações do seu médico e procure se concentrar na melhora da sua condição, ao invés de informações prognósticas gerais.

Referência: Verywell Health

Compartilhe informação: