A leucemia de células cabeludas (LCP) é um tipo raro de câncer sanguíneo caracterizado por alterações anormais nos glóbulos brancos, conhecidos como linfócitos B. A medula óssea cria muitas dessas células defeituosas, conhecidas como “células pilosas”, devido às projeções finas parecidas com cabelos encontradas em sua superfície.

Continue a leitura e conheça as características, sintomas e tratamento deste tipo de leucemia.

Leucemia de Células Cabeludas

Características da Leucemia de Células Cabeludas

A superprodução e o acúmulo de células cabeludas causam uma deficiência de células sanguíneas normais (pancitopenia), incluindo uma diminuição anormal de glóbulos brancos conhecidos como neutrófilos e também das plaquetas.

Os indivíduos afetados geralmente exibem fadiga, fraqueza, febre, perda de peso e / ou desconforto abdominal devido a um baço anormalmente aumentado (esplenomegalia). Além disso, os indivíduos afetados podem ter um fígado ligeiramente aumentado (hepatomegalia) e podem ser incomumente suscetíveis a contusões e / ou infecção grave.

Sinais e Sintomas

O início da leucemia de células pilosas é geralmente gradual. Os sintomas são inespecíficos e podem incluir:

  • Cansaço e falta de ar – Você pode se sentir cansado e com falta de ar se tiver um nível baixo de glóbulos vermelhos (anemia). Isso pode acontecer se a medula óssea ficar cheia de glóbulos brancos anormais e não conseguir produzir glóbulos vermelhos suficientes. Esses glóbulos ajudam a transportar oxigênio pelo corpo.
  • Infecções frequentes – Você pode pegar infecções com mais facilidade à medida que o número de glóbulos brancos anormais aumenta. Isso ocorre porque essas células anormais não são tão boas no combate à infecção quanto as saudáveis.
  • Sangramentos frequentes – Os glóbulos brancos extras ocupam mais espaço na medula óssea à medida que seus números aumentam. Portanto, não há espaço suficiente para produzir plaquetas.
  • Inchaço e dor abdominal – O baço é um órgão à esquerda do seu corpo, logo abaixo das costelas. Faz parte do sistema linfático. Se o baço se tornar maior que o normal (aumentado), poderá deixar seu abdômen desconfortável ou doloroso.
  • Perda de peso – A própria leucemia de células peludas consome energia que seu corpo usaria ou armazenaria. Então você pode perder peso, mesmo se estiver comendo normalmente. Um baço aumentado também pode contribuir para a perda de peso, reduzindo o espaço para o estômago. Isso pode fazer com que você se sinta satisfeito mais rapidamente e coma menos do que normalmente faria.

Diagnóstico e Estadiamento

Ocasionalmente, as pessoas podem ser diagnosticadas com leucemia de células cabeludas quando realizam exames para outras condições. Por este motivo, é importante consultar o seu médico se notar alterações ou se tiver algum dos possíveis sinais e sintomas de câncer.

Mesmo que você esteja preocupado com o sintoma, ele pode não ser devido ao câncer. Mas, se for, quanto mais cedo houver o diagnóstico, maiores são as chance de sucesso do tratamento.

Não existe um sistema de estadiamento amplamente aceito para leucemia de células cabeludas. Usamos os resultados dos seus exames para verificar até que ponto sua leucemia se desenvolveu.

A maioria dos tipos de câncer tem um estágio numerado, de 1 a 4, com base nos seus sintomas e condicionamento físico. Para planejar seu tratamento, verificamos se você apresenta:

  • Baixa contagem de glóbulos vermelhos (anemia);
  • Contagem reduzida de glóbulos brancos (neutropenia);
  • Baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia);
  • Um baço aumentado;
  • Linfonodos inchados (linfadenopatia);
  • Alterações genéticas (mutações).

Tratamento

Até recentemente, o tratamento da leucemia de células pilosas consistia em remover cirurgicamente o baço (esplenectomia). Em casos raros, que indivíduos não respondem a tratamentos medicamentosos, uma esplenectomia ainda pode ser realizada.

Os medicamentos quimioterápicos, especificamente os análogos da purina, como a cladribina e a pentostatina, agora são a opção de tratamento inicial para a maioria dos indivíduos com esta leucemia. Aqueles que não apresentam nenhum sintoma podem não precisar de tratamento imediatamente.

Aproximadamente 10% dos indivíduos não responderão ao tratamento com quimioterapia. Além disso, algumas pessoas não podem tomar esses medicamentos. Nesses casos, os indivíduos podem ser tratados com terapias biológicas, como o interferon alfa. As terapias biológicas tentam usar o sistema imunológico do corpo direta ou indiretamente para tratar a malignidade.

Embora o tratamento da leucemia de células cabeludas funcione muito bem, geralmente tentamos controlar a leucemia em vez de curá-la.

Mesmo após um longo período em que não há sinais de leucemia (remissão), existe a possibilidade de a leucemia voltar. Então é necessário realizar check-ups regulares. Eles continuam por alguns anos, mas são importantes para garantir o tratamento precoce em caso de recidiva.

Referência: The Leukemia & Lymphoma Society

Compartilhe informação: