Linfoma de Alto Grau. Linfoma difuso de células B, linfoma de Burkitt e linfoma periférico de células T são todos tipos de linfoma não Hodgkin de alto grau (LNH). Mas o que significa um linfoma ser de alto grau? Continue a leitura e compreenda esta classificação dos Linfomas não Hodgkin.

Linfoma de Alto Grau

O que Significa Linfoma de Alto Grau

Classificamos os Linfomas não Hodgkin em 2 grupos, dependendo da rapidez com que tendem a crescer e se espalhar. Os grupos são divididos em:

  • Baixo grau (crescimento lento);
  • Alto grau (crescimento rápido).

Às vezes, os linfomas de alto grau também são chamados de linfomas agressivos.

Tipos de Linfoma não Hodgkin de Alto Grau

Os tipos mais comuns de LNH de alto grau são:

Tipos mais raros de LNH de alto grau incluem:

  • Linfoblástico;
  • De células NK blásticas;
  • Linfoma de células T associado à enteropatia;
  • De células T gama delta hepatoesplênico;
  • Linfoma de células T relacionado ao tratamento.

Linfoma Difuso de Grandes Células B

O linfoma difuso de células B grandes é o tipo mais comum de linfoma não Hodgkin. Pode se desenvolver nos gânglios linfáticos ou em “locais extranodais” (áreas fora dos gânglios linfáticos), como o trato gastrointestinal, testículos, tireoide, pele, mama, osso, cérebro ou essencialmente qualquer órgão do corpo.

Também pode ser localizado (em um ponto) ou generalizado (espalhado por todo o corpo). Apesar de ser um linfoma agressivo, é considerado potencialmente curável.

Linfoma primário de células B grandes do mediastino (tímico) – Pessoas com esse tipo de linfoma desenvolvem linfonodos aumentados na área central do peito. Essa região é chamada mediastino.

Linfoma de Burkitt

Existem dois tipos principais de linfócitos – células B e células T. Ambos nos ajudam a combater infecções, mas de maneiras ligeiramente diferentes. O linfoma de Burkitt afeta as células B e é chamado de linfoma de células B.

Os linfomas de Burkitt podem afetar pessoas com baixa imunidade, como pessoas que fizeram um transplante de órgão ou infectadas com o vírus HIV.

Pessoas com linfoma de Burkitt tendem a desenvolver sintomas muito rapidamente.

Linfoma Periférico de Células T

Um grupo de linfomas de rápido crescimento que se desenvolvem a partir de células T maduras.

Os linfomas de células T periféricos são divididos em vários subtipos. Todos eles têm características e comportamentos muito diferentes.

O subtipo mais comum é chamado linfoma periférico de células T, que não é especificado de outra forma.

A maioria das pessoas com este tipo de linfoma têm células de linfoma apenas nos linfonodos. Mas também pode acontecer no fígado, medula óssea, sistema digestivo e pele.

Os tipos mais raros incluem o Linfoma anaplásico de células grandes e o Linfoma de células T angioimunoblástico.

Linfoma Linfoblástico

Geralmente se desenvolve a partir de células T, mas ocasionalmente se desenvolve a partir de células B.

O linfoma linfoblástico é muito semelhante à leucemia linfoblástica aguda (LLA). No linfoma, os glóbulos brancos anormais (linfócitos) estão geralmente nos gânglios linfáticos do tórax ou na glândula timo. Mas todas as células anormais estão principalmente no sangue e na medula óssea. Os tratamentos para linfoma linfoblástico e LLA são semelhantes.

Linfoma de Células NK Blásticas

Este tipo muito raro de linfoma de células T afeta apenas algumas pessoas a cada ano. Geralmente afeta adultos.

O linfoma de células NK blásticas tende a crescer muito rapidamente e pode ser difícil de tratar. Pode começar quase em qualquer lugar do corpo.

Linfoma de Células T Associado à Enteropatia

Este é um tipo muito raro de linfoma de células T. Também é chamado de linfoma de células T do tipo enteropatia ou linfoma de células T intestinal.

Geralmente ocorre no intestino delgado, na maioria das vezes na parte do meio (jejuno) ou na parte inferior mais próxima do intestino grosso (íleo). Pode se espalhar para o fígado, baço, linfonodos, vesícula biliar, estômago, cólon ou pele.

Linfoma de Células T Gama Delta Hepatoesplênico

Esse tipo muito raro de linfoma começa no fígado ou no baço. Tende a crescer muito rapidamente.

O linfoma de células T gama delta hepatoesplênico pode afetar pessoas com doença de Crohn, que têm um sistema imunológico suprimido.

Linfomas de Células T Relacionados ao Tratamento

Esses linfomas às vezes se desenvolvem depois que as pessoas passam por um transplante de órgão ou transplante de células tronco ou medula óssea. Após esses procedimentos, as pessoas precisam tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico. Isso pode aumentar o risco de desenvolver linfoma.

Os linfomas de células T relacionados ao tratamento geralmente precisam de tratamento diferente dos outros linfomas.

Transformação de Baixo para Alto Grau

Com o tempo, os linfomas de baixo grau podem às vezes se transformar em um linfoma de crescimento mais rápido (alto grau).

Essa alteração é mais comum em alguns tipos de LNH do que em outros. Portanto, isso nem sempre acontece. Se isso acontecer, pode ser alguns anos após o primeiro diagnóstico de LNH de baixo grau.

Após a transformação de um LNH de baixo grau, ele deve ser tratado como de alto grau. Infelizmente, um LNH transformado geralmente é mais difícil de controlar do que quando era de baixo grau. E o tratamento é mais intenso.

Tratamento para Linfomas de Alto Grau

O tipo de tratamento mais adequado para você depende do seu tipo de linfoma e da sua saúde geral.

Na prática, a maioria das pessoas com LNH de alto grau recebe tratamento como se fosse um câncer avançado. Isso geralmente significa tratamento quimioterápico bastante intensivo com 3 ou 4 medicamentos diferentes, durante 6 a 8 meses.

A escolha exata do tratamento depende do tipo de LNH de alto grau que você possui. A maioria das combinações de quimioterapia contém um medicamento chamado doxorrubicina, que funciona bem para muitos tipos de LNH de alto grau.

Algumas pessoas com tipos de crescimento mais rápido de LNH de alto grau recebem quimioterapia intensiva em altas doses, e a seguir um transplante de células-tronco ou medula óssea.

Você pode receber esse tipo de tratamento se:

  • Seu linfoma voltou após outros tratamentos;
  • Você tem um tipo de LNH que cresce mais rapidamente e volta mais rapidamente após a quimioterapia padrão;
  • Você tem muitos linfonodos afetados;
  • O LNH está na medula óssea ou em outros órgãos do corpo, bem como nos gânglios linfáticos;
  • Você tem tumores grandes (chamados de doença volumosa);
  • Você tem suores, febre e perda de peso (sintomas B).

Não é fácil decidir quem terá melhores resultados com o tratamento quimioterápico em altas doses. Você tem que estar em forma o suficiente para fazer uma boa recuperação do tratamento. Seu médico hematologista de confiança fornecerá todas as orientações sobre as abordagens terapêuticas escolhidas para o seu caso.

Referência: Bloodwise

Compartilhe informação: