A trombocitopenia, termo médico para as plaquetas baixas no sangue, é uma condição que ocorre frequentemente como resultado de neoplasias sanguíneas, um problema no sistema imunológico ou por efeito colateral de certos medicamentos.

Ao longo deste artigo, saiba mais informações sobre esta condição, suas causas e quando ela pode representar um problema.

Plaquetas Baixas no Sangue

As plaquetas, também chamadas de trombócitos, são células sanguíneas incolores que ajudam na formação do coágulo sanguíneo. Estas células param o sangramento, aglomerando-se e formando uma espécie de rede nas lesões dos vasos sanguíneos.

A trombocitopenia significa que não há plaquetas suficientes na circulação sanguínea. Isto pode não causar nenhum problema de saúde, mas quando o paciente tem sintomas como sangramento excessivo ou hemorragias, pode ser necessário iniciar tratamentos que ajudem a controlar estes sangramentos.

Causas para as Plaquetas Baixas no Sangue

A trombocitopenia pode acontecer quando o corpo não produz plaquetas em quantidade suficiente, ou se elas forem destruídas mais rapidamente do que podem ser feitas.

O organismo pode não produzir plaquetas suficientes, nas seguintes condições:

  • Doença do sangue que afeta a produção de células sanguíneas pela medula óssea;
  • Doenças hereditárias, como a síndrome de Wiskott-Aldrich ou May-Hegglin;
  • Vírus como catapora, caxumba, rubéola, HIV ou Epstein-Barr;
  • Quimioterapia ou radioterapia, tratamento do câncer, pois destrói as células-tronco que formam plaquetas.
  • Contato com produtos químicos, como pesticidas e arsênico, que retardam o processo de produção de plaquetas.

O organismo pode destruir muitas plaquetas, nas seguintes condições:

  • Doenças auto-imunes, como lúpus ou púrpura trombocitopênica idiopática, em que o próprio corpo ataca células saudáveis;
  • Uso de antibióticos que contenham sulfa, o anticoagulante heparina e substâncias anticonvulsivas, como fenitoína e vancomicina;
  • Doenças raras que formam coágulos sanguíneos no organismo, como púrpura trombocitopênica trombótica e coagulação intravascular disseminada;
  • Vírus como o vírus Epstein-Barr, hepatite C e HIV.

Quando me Preocupar com Plaquetas Baixas no Sangue

Casos leves de trombocitopenia, como quando uma baixa contagem de plaquetas é causada pela gravidez, geralmente não causam nenhum sintoma. Casos mais graves, no entanto, podem causar sangramento incontrolável, o que requer atenção médica imediata.

Marque uma consulta com o médico hematologista, se observar algum sinal de alerta, como os seguintes:

  • hematomas vermelhos, roxos ou marrons, que ocorrem frequentemente;
  • erupção cutânea com pequenos pontos vermelhos ou roxos;
  • hemorragias nasais frequentes;
  • sangramento nas gengivas;
  • sangramento de feridas que duram por um período prolongado ou não para por conta própria;
  • sangramento menstrual intenso;
  • presença de sangue nas fezes ou na urina.

Em casos mais graves e raros, pode haver sangramento internamente, ou  no sistema nervoso central. Se tiver uma contagem baixa de plaquetas e sentir dores de cabeça ou quaisquer problemas neurológicos, procure ajuda médica imediatamente.

Lembre-se de que sangramento que não para é uma emergência médica. Procure ajuda imediata se tiver sangramento que não possa ser controlado pelas técnicas habituais de primeiros socorros, como aplicar pressão na área.

Tratamento para Plaquetas Baixas no Sangue

O tratamento para uma baixa contagem de plaquetas depende da causa e gravidade da condição. Quando leve, o tratamento pode ser adiado, simplesmente monitorando a condição.

Algumas medidas podem ser recomendadas para evitar que a condição piore, como evitar atividades com alto risco de sangramento ou hematomas, limitar o consumo de álcool e trocar medicações que afetam as plaquetas.

Quando a baixa contagem de plaquetas for mais grave, o tratamento pode incluir: transfusões de sangue ou plaquetas ou cirurgia de remoção do baço.

Conte sempre com o seu hematologista de confiança para seguir com o tratamento mais indicado para seu caso.

Compartilhe informação: