A terapia direcionada é um tipo de tratamento contra o câncer que visa proteínas que controlam como as células cancerígenas crescem, se dividem e se espalham.

À medida que os pesquisadores aprendem mais sobre as mudanças no DNA e as proteínas que levam ao câncer, eles são mais capazes de projetar tratamentos que visam essas proteínas.

Neste artigo, conheça como a terapia direcionada funciona no tratamento do câncer, como é realizada e seus efeitos.

terapia direcionada

Como a Terapia Direcionada Funciona

Recupere a Saúde da sua Medula Óssea!
Agende uma Consulta com Hematologista Hoje.

A maioria dos tipos de terapia direcionada ajuda a tratar o câncer, interferindo em proteínas específicas que ajudam os tumores a crescer e se espalhar por todo o corpo. Isso é diferente da quimioterapia, que geralmente mata todas as células que crescem e se dividem rapidamente. A seguir, explicamos as diferentes maneiras pelas quais a terapia direcionada trata o câncer.

  • Ajudando o sistema imunológico a destruir as células cancerígenas:

Uma razão pela qual as células cancerígenas prosperam é porque elas podem se esconder do seu sistema imunológico. Certas terapias direcionadas podem marcar as células cancerígenas, tornando mais fácil para o sistema imunológico encontrá-las e destruí-las. Outras terapias direcionadas ajudam a impulsionar seu sistema imunológico para funcionar melhor contra o câncer.

  • Impedindo o crescimento das células cancerígenas interrompendo os sinais que as fazem crescer e se dividir sem ordem:

As células saudáveis ​​em seu corpo geralmente se dividem para produzir novas células apenas quando recebem sinais fortes para fazê-lo. Esses sinais se ligam a proteínas na superfície da célula, dizendo às células para se dividirem. Esse processo ajuda a formar novas células apenas quando seu corpo precisa delas. Mas, algumas células cancerígenas têm alterações nas proteínas em sua superfície que lhes dizem para se dividir, independente de os sinais estarem presentes ou não. Algumas terapias direcionadas interferem com essas proteínas, impedindo-as de dizer às células para se dividirem. Este processo ajuda a retardar o crescimento descontrolado do câncer.

  • Parando os sinais que ajudam a formar vasos sanguíneos:

Para crescer além de um certo tamanho, os tumores precisam formar novos vasos sanguíneos em um processo chamado angiogênese. O tumor envia sinais que iniciam a angiogênese. Algumas terapias direcionadas chamadas inibidores da angiogênese interferem nesses sinais para impedir a formação de um suprimento sanguíneo. Sem um suprimento de sangue, os tumores permanecem pequenos. Ou, se um tumor já tiver suprimento de sangue, esses tratamentos podem causar a morte dos vasos sanguíneos, o que faz com que o tumor encolha.

  • Entregando substâncias que matam células cancerígenas:

Alguns anticorpos monoclonais são combinados com substâncias que matam as células, como toxinas, drogas quimioterápicas ou radiação. Uma vez que esses anticorpos monoclonais se ligam aos alvos na superfície das células cancerígenas, as células absorvem as substâncias que matam as células, fazendo com que morram. As células que não têm o alvo não serão prejudicadas.

  • Causando a morte das células cancerígenas:

As células saudáveis ​​morrem de maneira ordenada quando são danificadas ou não são mais necessárias. Mas as células cancerosas têm maneiras de evitar esse processo de morte. Algumas terapias direcionadas podem fazer com que as células cancerosas passem por esse processo de morte celular, que é chamado de apoptose.

Como o Tratamento é Realizado

Na maioria das vezes, seu tumor precisará ser testado para ver se contém alvos para os quais existe uma droga. Testar seu câncer em busca de alvos que possam ajudar a escolher seu tratamento é chamado de teste de biomarcadores. Os testes de biomarcadores podem ser realizados por meio de uma biópsia.

Onde você recebe o tratamento depende de quais medicamentos você vai receber e como eles serão administrados. Algumas pessoas fazem o tratamento em casa. Outras precisam se dirigir a um consultório médico ou hospital.

A frequência e a duração da terapia direcionada depende do seu tipo de câncer e quão avançado ele está, o tipo de terapia direcionada que você está recebendo e como seu corpo reage ao tratamento.

Você pode ter tratamento todos os dias, todas as semanas ou todos os meses. Algumas terapias direcionadas são administradas em ciclos (um período de tratamento seguido por um período de descanso). O período de descanso dá ao seu corpo a chance de se recuperar e construir novas células saudáveis.

Efeitos Colaterais

Quando a terapia direcionada foi desenvolvida pela primeira vez, os cientistas pensaram que seria menos tóxica do que a quimioterapia. Mas eles aprenderam que a terapia direcionada também pode causar sérios efeitos colaterais. Os efeitos colaterais dependem do tipo de terapia direcionada e de como seu corpo reage a ela.

Os efeitos colaterais mais comuns incluem diarreia e problemas no fígado. Outros efeitos colaterais podem incluir:

  • Problemas com a coagulação do sangue e cicatrização de feridas;
  • Pressão alta;
  • Fadiga;
  • Aftas;
  • Mudanças nas unhas;
  • Perda de cor do cabelo;
  • Problemas de pele, que podem incluir erupção cutânea ou pele seca.

Existem abordagens para administrar esses efeitos colaterais. Além disso, a maioria deles desaparece após o término do tratamento.

A terapia direcionada afeta as pessoas de maneiras diferentes. Como você vai se sentir depende de quão saudável você está antes do tratamento, seu tipo de câncer, quão avançado está, o tipo de terapia direcionada que você está recebendo e a dose.r se o tratamento está funcionando.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Cuide das Alterações do seu Sangue.
Marque sua Consulta com Hematologista Hoje!