Transformação da Policitemia Vera. Se você tem policitemia vera, significa que tem um câncer de sangue de crescimento lento que, às vezes, pode se transformar em outro câncer de sangue mais sério, como mielofibrose, síndrome mielodisplásica ou leucemia mieloide aguda.

Neste artigo, compreenda como e quando a policitemia vera se transforma em outro tipo de câncer no sangue e como procedemos nessa situação.

Transformação da Policitemia Vera

Transformação da Policitemia Vera

A policitemia vera afeta a medula óssea, o tecido esponjoso no centro dos ossos que produz as células sanguíneas. A doença faz com que a medula óssea produza muitas células sanguíneas, o que pode causar problemas de saúde como circulação sanguínea lenta e formação de coágulos.

A policitemia vera é causada por uma alteração genética (chamada de mutação) nas células-tronco (as células que se transformam em outros tipos de células no corpo). Nesse caso, as células-tronco que apresentam alterações genéticas são aquelas que se transformam em glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. A mutação faz com que eles se dividam e cresçam fora de controle.

A literatura científica sugere que a policitemia vera se transforma em outro câncer do sangue em menos de 20% dos casos. Geralmente acontece durante as fases posteriores da doença.

Os tratamentos ajudam a reduzir o risco de sintomas e complicações. Mas, para algumas pessoas, a doença ainda piora e se transforma em outro câncer no sangue, apesar do tratamento.

Condições Secundárias à Policitemia Vera

Mielofibrose

Em cerca de 10% a 15% das vezes, a policitemia vera se transforma em mielofibrose. Isso é chamado de mielofibrose pós-policitemia vera.

A mielofibrose é um câncer do sangue em que a medula óssea tem tanto tecido cicatricial que não consegue produzir células sanguíneas saudáveis ​​em número suficiente. Entre as complicações da mielofibrose, estão a anemia, uma condição em que o corpo não possui glóbulos vermelhos suficientes e aumento do baço e fígado.

Na maioria das vezes, os tratamentos de mielofibrose se concentram em aliviar a anemia e o aumento do baço. Se a sua doença estiver crescendo lentamente, talvez você não precise de tratamento imediato.

Síndrome Mielodisplásica

Se sua policitemia vera se transformar em síndrome mielodisplásica (SMD), você agora tem uma doença que integra um grupo de condições em que as células-tronco da medula óssea não funcionam adequadamente.

São produzidas células sanguíneas anormais, que morrem mais cedo do que o normal. Como resultado, você pode não ter células sanguíneas suficientes em seu corpo. Isso pode abrir caminho para a anemia e outros problemas de saúde.

Você também pode ter SMD e mielofibrose ao mesmo tempo.

Os tratamentos podem diminuir sintomas como fadiga e ajudar a evitar que a doença piore. Por exemplo, ainda é possível que possa se transformar em leucemia mieloide aguda (LMA). Uma em cada três pessoas com SMD terá LMA, mas os tratamentos podem diminuir as chances.

Leucemia Mieloide Aguda

Em cerca de 2% a 14% dos casos, a policitemia vera se transforma em LMA, o que geralmente ocorre em 10 anos após o diagnóstico.

Nesta doença, as células-tronco da medula óssea se transformam em células sanguíneas prejudiciais à saúde, incluindo as células brancas do sangue chamadas mieloblastos. Essas células crescem descontroladamente, expulsando as células sanguíneas saudáveis.

Seu médico pode sugerir tratamentos como:

  • Quimioterapia;
  • Tratamentos direcionados que atuam contra certas partes das células leucêmicas;
  • Transplante de células-tronco.

Como Saber se Sua Doença Está se Transformando?

Como a policitemia vera cresce lentamente, você pode não perceber que ela se transformou em outra doença. Além do mais, muitos sintomas de outros cânceres do sangue são iguais aos da policitemia vera. Eles incluem:

  • Cansaço, fraqueza e falta de ar;
  • Sangramento e hematomas fáceis;
  • Febre;
  • Dor e inchaço nos ossos ou nas articulações.

Consulte o seu médico se notar qualquer alteração nos seus sintomas ou novos problemas de saúde.

Como parte dos cuidados com o câncer, você fará checkups e exames de sangue regulares. O seu médico pode observar se há alterações, como aumento do baço ou na contagem de células sanguíneas, que podem ser sinais de outra condição.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe informação: