Radiação para Mieloma Múltiplo. A radiação não é o principal tratamento para o mieloma múltiplo, mas pode fazer parte do tratamento para algumas pessoas. Seu médico pode sugerir radiação para:

  • Ajuda a aliviar as dores nos ossos que não respondem a outros tratamentos.
  • Tratar um tumor de células plasmáticas único, denominado plasmocitoma solitário. Nesse caso, pode ser o tratamento principal.

Continue a leitura e saiba mais sobre o tratamento com radiação para mieloma múltiplo, suas indicações e sua realização.

Radiação para Mieloma Múltiplo

Radiação para Mieloma Múltiplo

A radioterapia como tratamento do mieloma múltiplo usa energia direcionada na forma de raios-X para destruir células cancerosas, diminuir tumores e retardar a progressão do câncer.

Embora esse tratamento possa ser fornecido com vários objetivos em mente, ele é mais frequentemente usado para ajudar a aliviar certos sintomas relacionados ao câncer, como dores nos ossos.

Devido à natureza única do mieloma múltiplo, que se desenvolve nas células plasmáticas dentro da medula óssea, o tratamento geralmente não inclui cirurgia, a menos que seja recomendado para aliviar o desconforto associado a um plasmocitoma (um pequeno tumor que se forma quando as células plasmáticas anormais se acumulam no osso ou tecido mole).

No entanto, a radioterapia pode ser combinada com outras opções, como quimioterapia ou terapia biológica, para uma abordagem abrangente do tratamento.

O que Acontece Durante a Radiação?

A forma mais comum de tratamento com radiação para o mieloma é por meio de uma máquina que emite feixes invisíveis de energia. Isso é chamado de radiação externa.

Um médico especializado em câncer e radiação é chamado de oncologista de radiação. Este médico trabalhará com você para decidir o tipo de radiação de que você precisa, bem como a dose e por quanto tempo você precisará do tratamento.

Normalmente, você faz radioterapia externa em regime ambulatorial em um hospital ou clínica. A frequência e a duração desse tratamento dependem do motivo pelo qual ele está sendo administrado.

Alguns dos métodos de entrega de radiação de mieloma múltiplo que oferecemos incluem:

  • Por feixe externo – os raios X de alta energia são direcionados de uma máquina externa para as células cancerosas dentro do corpo do paciente.
  • Radioterapia interna (braquiterapia) – Os materiais radioativos são colocados por meio de um cateter ou outro transportador diretamente no local do câncer ou próximo a ele.
  • Sistêmica – uma substância radioativa é engolida ou injetada em uma veia e, em seguida, viaja pela corrente sanguínea do paciente para alcançar e destruir as células cancerosas por todo o corpo. Um exemplo desse tipo de tratamento é a terapia com iodo radioativo.

O que Esperar Após a Radioterapia

Como a radiação afeta as células normais e também as células cancerosas, você pode ter alguns efeitos colaterais. Os efeitos colaterais da radiação geralmente são limitados à área a ser tratada.

Algumas pessoas têm poucos ou nenhum efeito colateral. Certifique-se de informar seu médico sobre quaisquer efeitos colaterais que você possa ter.

Efeitos Colaterais Potenciais

Os efeitos colaterais comuns da radiação incluem:

  • Irritação na pele que recebe radiação. Geralmente é como uma queimadura de sol forte e a pele pode formar bolhas e descamar;
  • Cansaço;
  • Náusea ou diarreia. Isso pode acontecer se a radiação for direcionada para o estômago ou pélvis;
  • Contagens baixas de células sanguíneas.

Os efeitos colaterais geralmente desaparecem com o tempo depois que você interrompe o tratamento. Se você tiver algum desses efeitos colaterais, converse com seu médico sobre como lidar com eles.

Referência: Frontiers in oncology

 

Compartilhe informação: