Como Voltar ao Trabalho Após o Tratamento do Câncer. A transição de paciente com câncer para sobrevivente de câncer é um grande alívio. Essa transição também pode ser um momento de incerteza quando for voltar ao trabalho. Seu empregador e/ou seus colegas de trabalho questionarão sua capacidade de desempenho? Você será fisicamente capaz de lidar com sua carga de trabalho? É melhor retornar ao seu antigo emprego ou considerar um novo começo em outra área?

Uma maneira de facilitar sua transição de volta ao local de trabalho é se preparar com antecedência. Neste artigo, compreenda alguns fatores para considerar antes de retornar ao trabalho como sobrevivente de câncer.

Voltar ao Trabalho Após o Tratamento

Voltar ao Trabalho Após o Tratamento

Avalie sua Condição

Mesmo que você se sinta mentalmente pronto para voltar, porque ama seu trabalho, você está física e mentalmente pronto?

Seu trabalho pode não ser fisicamente exigente, mas a mera responsabilidade de acordar em um determinado horário e estar alerta, responsivo e produtivo por várias horas pode ser cansativo.

Além disso, a maioria dos empregos está associada a pelo menos algum grau de estresse. Você está preparado para cumprir prazos, responsabilidades e expectativas?

Como sobrevivente do câncer, seu “trabalho” mais importante é cuidar de si mesmo. Ouça seu corpo e converse com seu médico e seus entes queridos.

Voltar ao trabalho pode ser um marco extremamente positivo – na hora certa. Retornar antes de estar física e mentalmente pronto pode ter um impacto na sua saúde. Não apresse o processo – mesmo que você decida que agora não é a hora, você vai chegar lá!

Acomodações Especiais

Quando você é um sobrevivente do câncer, pode não ser capaz de voltar ao trabalho exatamente nas mesmas condições de antes do câncer.

Às vezes, existem diferenças físicas que podem exigir algumas adaptações especiais, mesmo que sejam temporárias. Anote uma lista de qualquer coisa que você saiba ou suspeite que precisará solicitar para ter sucesso no local de trabalho. Isso pode incluir:

  • É possível ficar em pé por um longo período de tempo? Um banquinho pode ser uma opção?
  • Você pode estar tomando medicamentos que causam um efeito colateral que seu chefe deve estar ciente.
  • Você precisará ter acesso a um banheiro com mais frequência?
  • Você precisa usar roupas especiais? Isso pode ser importante se o seu trabalho exigir que você use uniforme.

Conversando com seu Chefe

Antes de anunciar seu retorno ao trabalho, converse com seu chefe. Compartilhe sua empolgação para retornar e use esse tempo para descrever quaisquer requisitos especiais que você possa precisar, bem como o tempo fora do trabalho que pode ser necessário para consultas de acompanhamento, fisioterapia, etc.

Permita que ele faça perguntas para entender melhor como seu tratamento contra o câncer afetou sua capacidade de trabalhar.

Esta discussão ajuda a aliviar uma enorme fonte de ansiedade que você pode sentir como sobrevivente de câncer se preparando para voltar ao trabalho: o medo da discriminação.

A maioria dos empregadores é razoável e ficará feliz em recebê-lo de volta após o término do tratamento do câncer.

A lei exige que os empregadores façam um esforço razoável para acomodar funcionários que tenham deficiências. No entanto, se um empregador puder provar que fornecer as acomodações solicitadas criaria uma dificuldade para a empresa (ou seja, se o cumprimento de uma solicitação colocaria em risco a capacidade financeira da empresa de permanecer no negócio), o empregador não é obrigado a cumprir. Os pedidos razoáveis ​​que os empregadores devem cumprir geralmente incluem:

  • Permitir que um funcionário seja transferido para um cargo vago;
  • Permitir que um funcionário trabalhe em um horário modificado;
  • Reestruturar o trabalho de funcionários para que seja mais tolerável;
  • Fazer mudanças para tornar o local de trabalho acessível a pessoas com deficiência (instalando rampas, ampliando portas, etc.).

Em um mundo perfeito, seu empregador o receberá de braços abertos ou você terá sucesso em conseguir um novo emprego com um empregador que valorize suas contribuições e não tenha problemas em fazer pequenas mudanças para ajudá-lo a prosperar no local de trabalho.

Às vezes, essas coisas não acontecem. Se você acredita que foi discriminado de uma forma que fez com que você perdesse sua capacidade de ganhar a vida, talvez seja hora de conversar com um advogado trabalhista.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe informação: