Quando você convive com uma neoplasia mieloproliferativa (NMP), é importante conversar com sua equipe de saúde sobre sintomas novos ou alterados e o impacto que eles podem ter em sua vida. A comunicação aberta e honesta com sua equipe de atendimento pode ajudar a garantir que você tenha a abordagem de gerenciamento correta ao longo de seu tratamento.

Não importa como os sintomas da NMP possam afetar a sua vida neste momento, é importante saber que estes cânceres do sangue raros e crônicos são doenças progressivas. Isso significa que podem piorar com o tempo e também podem se transformar em outro tipo de câncer no sangue.

Continue a leitura deste artigo para compreender os sinais de que uma neoplasia mieloproliferativa está progredindo e o que fazer nessas situações.

Compreendendo a Progressão de uma Neoplasia Mieloproliferativa

Uma grande preocupação dos pacientes com NMP é a progressão para uma doença mais agressiva. Tanto a trombocitemia essencial quanto a policitemia vera são geralmente formas menos agressivas de câncer, mas que podem progredir para mielofibrose.

Recupere a Saúde da sua Medula Óssea!
Agende uma Consulta com Hematologista Hoje.

As neoplasias mieloproliferativas também podem progredir para outros cânceres mieloides, mais frequentemente a leucemia mieloide aguda – LMA.

Existem alguns fatores de risco de progressão, com pequenas variações entre as diferentes NMPs. Geralmente, estão entre as manifestações de transformação clinicamente observáveis:

  • Idade avançada;
  • Elevado número de plaquetas ou glóbulos brancos;
  • Blastos na medula óssea;
  • Alterações cromossômicas.

É Possível Reduzir o Risco de Progressão?

Cada jornada com uma NPM é única, com algumas pessoas apresentando sintomas graves e outras apresentando sintomas leves ou nenhum sintoma. À medida que as NMP progridem, os sintomas podem piorar – interferindo nas atividades diárias, na qualidade de vida e no bem-estar.

Os sintomas de NMPs, como policitemia vera (PV), trombocitemia essencial (TE) e mielofibrose (MF), podem surgir com o tempo – e até mesmo entre as consultas médicas. Você pode capacitar seu cuidado contínuo monitorando seus sintomas e entrando em contato com sua equipe de saúde conforme necessário para comunicar novos desenvolvimentos.

Veja como você pode desempenhar um papel ativo em seus cuidados para estar melhor preparado para conversas com sua equipe de saúde:

Identifique Sintomas Novos ou Mudanças

Eles podem ser possíveis sinais de progressão da doença (agravamento). Por exemplo, você notou:

Acompanhe seus sintomas e anote em um caderno as informações que achar relevante trazer para a consulta.

Observe como os Sintomas Impactam suas Atividades Diárias

Quantifique o impacto de sintomas específicos:

  • Com que frequência você teve que cancelar eventos ou planos sociais porque não estava se sentindo bem?
  • Quantos dias por semana ou mês você sente dores abdominais que o impedem de realizar as atividades que você gosta?

Acompanhe Regularmente

O monitoramento consistente dos sintomas e seu impacto pode ajudar você e sua equipe de atendimento a ficarem cientes de como a doença pode estar evoluindo ou respondendo ao tratamento.

Quanto mais informações você tiver, mais preparado estará para ter conversas significativas com sua equipe de saúde.

Lembre-se de compartilhar suas anotações com sua equipe de saúde. Fale e explique todos e quaisquer sintomas que você esteja enfrentando, mesmo que você ache que não estejam relacionados ao seu quadro – porque podem estar!

Discuta os Sintomas em cada Consulta

Como defensor do seu próprio cuidado, é essencial identificar quaisquer sintomas novos ou ​​que apresentaram alterações, já que eles podem ser possíveis sinais de progressão da doença.

A comunicação honesta e aberta com a equipe de atendimento também é vital. Compartilhar esses insights pode permitir que sua equipe gerencie melhor sintomas específicos, ajude você a retomar atividades e possivelmente evite complicações. Também pode impactar sua abordagem de gerenciamento de cuidados contínuos.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Cuide das Alterações do seu Sangue.
Marque sua Consulta com Hematologista Hoje!