Chamamos de tratamento de segunda linha a terapia para uma doença depois que o tratamento inicial (tratamento de primeira linha) falhou, parou de funcionar ou causou efeitos colaterais não tolerados.

É importante entender as “linhas de tratamento”, como elas diferem entre si e podem desempenhar um papel no seu tratamento contra o câncer.

Continue a leitura e saiba mais sobre as terapias de segunda linha e as perguntas que você deve fazer se o seu médico recomendar essa abordagem.

Tratamento de Segunda Linha

Compreendendo a Segunda Linha de Tratamento

Quando seu médico fala sobre “linhas de tratamento”, ele está se referindo a diferentes abordagens para tratar o câncer em momentos diferentes.

A terapia inicial para o câncer é referido como tratamento de primeira linha, que já abordamos no artigo da semana passada.

A segunda linha ou outras linhas de terapia (terceira linha, quarta linha, etc.) podem ser usadas por alguns motivos diferentes:

  • O tratamento de primeira linha não funciona;
  • O tratamento de primeira linha funcionou, mas depois de algum tempo parou de funcionar;
  • O tratamento de primeira linha tem efeitos colaterais que não são tolerados;
  • Torna-se disponível um novo tratamento que parece ser mais eficaz do que o tratamento atual.

Com as taxas de sobrevivência melhorando para muitos cânceres e o número de tratamentos disponíveis aumentando, algumas pessoas recebem muitas linhas de terapia.

Impacto Emocional

Visto que iniciar o tratamento de segunda linha significa que o tratamento de primeira linha falhou, uma série de emoções semelhantes a quando você foi diagnosticado pela primeira vez podem estar surgindo. Algumas pessoas dizem que é como começar tudo de novo – mas com menos energia desta vez.

Normalmente, os tratamentos de primeira linha são escolhidos porque apresentam um maior benefício com menor número de efeitos colaterais. No entanto, as pessoas são diferentes e respondem de maneiras diferenciadas.

Os tratamentos de segunda linha estão disponíveis para a maioria dos cânceres, mas a probabilidade de opções eficazes pode variar de acordo com o tipo e estágio do câncer.

Questões sobre os Tratamentos de Segunda Linha

Já que o fracasso de um primeiro tratamento pode deixá-lo sobrecarregado e ansioso, levar a seguinte lista de perguntas à sua consulta, para conversar com seu médico pode ser útil.

  • Que opções estão disponíveis para o tratamento de segunda linha?
  • Qual é a eficácia do tratamento de segunda linha e como ele se compara ao tratamento realizado anteriormente?
  • Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento?
  • Qual é o objetivo do tratamento? (Pacientes e médicos podem ter objetivos diferentes em mente ao selecionar as opções de tratamento.)
  • Faria diferença esperar um pouco antes de iniciar um novo tratamento?
  • Que opções estão além do tratamento de segunda linha – tratamentos de 3ª e 4ª linhas? (Muitas pessoas acham útil ter uma ideia de quais opções estão disponíveis se o tratamento de segunda linha for ineficaz ou tiver efeitos colaterais que você não tolera.)
  • Qual é o prognóstico se você receber este tratamento de segunda linha?

Como Lidar

Tomar decisões sobre o tratamento de segunda linha pode ser doloroso. Já é muito difícil na primeira vez, mas neste ponto muitos pacientes estão exaustos.

Entre em contato com as pessoas em sua rede de apoio e não tenha medo de compartilhar seus medos. Certamente, nem todo amigo ficará confortável com isso, mas escolha pelo menos um ou dois amigos com quem você possa conversar de forma aberta em relação aos seus medos e preocupações.

Conectar-se com comunidades de pacientes com câncer também pode ser útil. Em primeiro lugar, há algo especial em poder compartilhar e receber apoio de outras pessoas que realmente sabem o que você está passando. Além disso, outros pacientes podem conhecer novas opções de tratamento.

Você pode encontrar grupos de apoio para o seu tipo de câncer em sua cidade, mas as comunidades online oferecem muitas informações e apoio, especialmente se você tiver um tipo incomum de câncer.

Se você está aprendendo sobre tratamentos de segunda linha, provavelmente as terapias de primeira linha para você ou um ente querido foram ineficazes ou tiveram muitos efeitos colaterais.

Felizmente, existem muitos novos tratamentos para o câncer e novos tratamentos estão sendo estudados. Alguns desses tratamentos podem realmente ser mais eficazes ou ter menos efeitos colaterais.

Não hesite em fazer muitas perguntas ou obter uma segunda opinião.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Compartilhe informação: